Blog

Escolhendo a Venezuela: Claudia Valladares Walks Her Talk

Se te dessem duas opções: A de permanecer em um país estável com um emprego lucrativo, ou retornar para seu país natal, que está em estado de turbulência, o que você escolheria?

Essa é uma questão que Claudia Valladares encontrou e abraçou com coragem. Enquanto trabalhava no Reino Unido, depois de concluir seu MBA, ela decidiu retornar para o seu país natal, Venezuela, e co-fundar uma filial do Impact HUB em Caracas. Agora ela apoia intraempreendedores através de colaboração, criando um ecossistema para sustentar impacto social.

Como uma de nossas palestrantes em Walk your Talk: Stories of Change (Ande sua fala: histórias de mudanças, em tradução livre – veja o vídeo abaixo) na Conferência O Futuro do Trabalho de Impacto, que aconteceu no Brasil em fevereiro de 2019, Claudia contou histórias marcantes sobre como é criar resiliência em contextos desafiadores e incertos.

Atualmente a Venezuela está passando por uma crise econômica e humanitária. “Eu costumava chorar muito quando eu via pessoas se alimentando do lixo. Mas, eu decidi que eu não poderia chorar mais, e que nós precisávamos encontrar luz nas sombras. Nós não poderíamos alimentar todas as pessoas do mundo, mas nós poderíamos alimentar aquelas em nossos programas no Impact Hub. Nós também éramos capazes de prover muitos dos medicamentos necessitados por todas as famílias do Impact Hub. É por isso que, agora, mais do que nunca, precisamos ser empreendedores”.

Enquanto o lançamento do Impact Hub precisava ser adiado, eles utilizaram o tempo para repensar sua abordagem: “Nós decidimos realizar uma abordagem mais objetiva, procurando soluções através do empreendedorismo, e através da implementação de projetos que poderiam resolver os problemas mais urgentes – como fome, gravidez precoce ou subeducação. Porque somos todos cidadãos, tanto quanto empreendedores, o que acompanha direitos e responsabilidades. No modelo de negócios, para manter a sustentabilidade dos negócios em meio à crise – que ainda não acabou e está ainda pior agora – nós precisamos ser criativos: nós geramos novas fontes de renda em moeda forte através de programas e serviços de consultoria corporativa, oferecendo um salário decente à nossa equipe e apoiando empreendedores locais, enquanto ao mesmo tempo ajustávamos nossas taxas de serviço para tornar acessível aos agentes de mudança Venezuelanos do Impact”.

Em processo de lidar com os desafios como empreendedores e cidadãos, a comunidade do Impact Hub Caracas desenvolveu 10 princípios para construir resiliência:

  1. Nós não entramos em pânico.
  2. Nós abraçamos a vida e a adversidade com ativismo e esperança.
  3. Nós temos um modelo mental que elimina a escassez e foca na abundância.
  4. Nós focamos no que podemos controlar.
  5. Nós usamos um modelo para mudar o que não concordamos.
  6. Nós abraçamos os valores da confiança, colaboração, coragem…
  7. Nós sabemos que somos uma comunidade.
  8. Nós estamos movidos a criar impacto usando a ação coletiva.
  9. Nós queremos ser guerreiros, não vítimas.
  10. Temos humor apesar das circunstâncias.

 

No Amani Institute, um de nossos valores centrais é coragem, o que definimos como “adentrar o desconhecido e as possibilidades sem ter todas as respostas; manter-se firme diante das seduções e ameaças do status quo; e se levantar quando os outros não podem (ou não querem).” Claudia Valladares é um exemplo incrível desse valor. Assista a todo o seu discurso em Walk your Talk para saber mais.

Se você estiver pronto para aumentar sua carreira de impacto social, inscreva-se no premiado programa intensivo e prático de nove meses do Amani Institute em Gestão de Inovação Social. O prazo para a próxima turma de bolsistas a partir de julho de 2019 é 17 de junho.

Wednesday, der 10. April 2019 por Amani Institute

Related content