Blog

Impulsionando a cultura de doação: O Amani Institute e o Dia de Doar

Por Maria Carolina Zemella, Gerente Financeira do Amani Institute no Brasil

Sempre que nos aproximamos do Dia de Doar internamente nos questionamos se iremos ou como iremos apoiar a data. Seria relevante uma organização que atua como intermediária, como o Amani, se mobilizar e engajar neste movimento? Como seria o nosso posicionamento uma vez que somos um Instituto que trabalha desenvolvendo profissionais e organizações que querem gerar ou já geram impacto social?

Considerando, portanto, que nossa rede de ex-alunos e parceiros são atores que estão diretamente relacionados a resolverem os complexos desafios reflexos da nossa desigualdade social. E que muitos projetos de Impacto Social dependem única e exclusivamente de doações, e que o desafio pela busca de financiamento é uma dor do setor de forma geral, fica sempre um chamado para a importância do fortalecimento da cultura de doação.

Falando um pouco sobre a data, o Dia de Doar é um grande movimento para fomentar a cultura de doação. No Brasil nasceu em 2013 um ano após a primeira edição nos Estados Unidos, em 2012. Mundialmente este dia é conhecido como Giving Tuesday (“Terça-feira da doação”) uma vez que a data é fixada toda terça feira após o Dia de Ações de Graças, neste ano por exemplo será no dia 1o de Dezembro.

É um movimento que visa iluminar a importância da generosidade e solidariedade e também carrega em si a crítica ao consumismo exacerbado, e em especial às datas comerciais que incentivam ainda mais este consumo compulsivo como “BlackFriday”.

O Amani desde 2017 se posiciona como entusiasta deste movimento, realizando diversos eventos gratuitos, marcando presença na data. Já ministramos aulas gratuitas, organizamos painéis diversos e também já firmamos parcerias com plataformas de financiamento coletivo, abrindo e incentivando a abertura de campanhas para de fato engajar a principal ação desejada, que é a doação.

Com muito orgulho, também já tivemos nosso espaço “doado” para representar a sede durante todo o Dia de Doar, com eventos e palestras gratuitas e local de apoio para organizações que estavam com a árdua missão de captar durante as 24h que delimitam este dia.

Considerando que o Brasil ocupa a 76ª posição do último World Giving Index ( Índice Global de Solidariedade) lançado em Outubro de 2019, e que a tendência global desta avaliação é de queda principalmente nos países mais ricos do mundo, seria mais importante ainda, em um ano como 2020, se posicionar nesta data? Parece que sim, não é mesmo?

Como diz Andréa Wolffenbüttel, diretora de comunicação no Instituto para o Desenvolvimento do Investimento Social (IDIS) “Uma sociedade civil forte pressupõe uma vasta gama de organizações que representem os anseios, necessidades, temores e problemas da população” e estas “precisam de independência financeira, operacional e ideológica, que lhes permita fazer propostas, exigir garantias e recusar condições sem temer por sua própria sobrevivência.”.

Deste modo precisamos de uma sociedade que desenvolva o hábito e entenda a importância da doação no seu dia a dia, que garanta assim a independência necessária para que essas organizações continuem fazendo o que sabem fazer de melhor, que é a promoção de justiça social.

O envolvimento com a data pode se dar de diversas formas, a principal, obviamente, seria doando: tempo, recursos diversos, e sempre muito importante, dinheiro para essas organizações de impacto. Portanto, se você é uma organização ou empreendedor de impacto, se coloque disponível para receber doações, pois muitas vezes o que o doador precisa, é saber que você existe e está disponível para receber sua doação.

Para 2020 o Amani já se movimentou e através de uma colaboração com o Instituto Doar poderá receber doações através da campanha que tem como objetivo arrecadar fundos para que uma pessoa receba uma bolsa integral para cursar a Formação em Impacto Social (FIS), além disso colaboradores do Instituto e sua rede estão devidamente sensibilizados da importância da data.

Nossa rede também conta com campanhas de financiamento coletivo, como por exemplo o Instituto Mundo Aflora, que atua com jovens em medidas socioeducativas, fundado em 2016 após nossa Alumni Renata Mendes cursar nosso Programa de Gestão em Inovação Social no Brasil. Para saber mais e contribuir com a campanha do Mundo Aflora, clique aqui.

E você? Está disponível para receber doações? Ou ainda, deseja doar e não sabe pra quem? Entre em contato conosco e faça parte do dia mais generoso do ano.

Monday, der 23. November 2020 por Amani Institute

Related content